Postagem em destaque

Corpo e pensamento

Demócrito de Abdera sobre agressividade, virtude, coerção, prazer com o sofrimento alheio e fofoca

Toda agressividade é insensata; pois quando se busca prejudicar o inimigo, esquecemos o nosso próprio interesse. (frag. 237)
 Para propagar a virtude, é melhor o encorajamento e a palavra persuasiva do que a lei e a coerção. Quem evita ser injusto por temor à lei, provavelmente cometerá o mal em segredo; quem, ao contrario, for levado ao dever pela convicção, provavelmente não será injusto nem em segredo e nem abertamente. (frag.181)
Aqueles a quem dão prazer os sofrimentos do próximo não compreendem que as vicissitudes da sorte são comuns a todos e lhes falta uma alegria que seja sua. (frag. 293)
 Sobre as más ações deve-se evitar até mesmo a conversa. (frag. 190)

Nenhum comentário:

Postar um comentário